Última hora

Última hora

A expedição criativa à Antártida

Em leitura:

A expedição criativa à Antártida

Tamanho do texto Aa Aa

Miroslav Srnka demorou sete anos a terminar a ópera “Polo Sul”. O compositor partilhou connosco quais foram as suas principais preocupações durante o

Miroslav Srnka demorou sete anos a terminar a ópera “Polo Sul”. O compositor partilhou connosco quais foram as suas principais preocupações durante o processo criativo.

“A Antártida é um lugar real no nosso planeta. Mas está tão afastada da civilização que se afigura como um sítio surreal. Foi essa a ligação que fiz para o espaço da ópera, onde geralmente tem de haver um certo grau de sofisticação. O conceito que criámos reflete o impacto da música da orquestra nos cantores. À medida que a música se vai apurando, começamos a concentrar-nos nas vozes e vemos que estes homens começam a ficar mais introspetivos com os seus pensamentos”, declara Srnka.

Veja este e outros excertos no vídeo.

Blog da Ópera da Baviera sobre esta obra: https://suedpol.staatsoper.de/startseite.html