Última hora

Última hora

Síria: doadores prometem mais de 10 mil milhões de dólares

Os líderes mundiais reunidos em Londres na conferência de doadores para a Síria prometeram mais de 10 mil milhões de dólares em ajuda humanitária até

Em leitura:

Síria: doadores prometem mais de 10 mil milhões de dólares

Tamanho do texto Aa Aa

Os líderes mundiais reunidos em Londres na conferência de doadores para a Síria prometeram mais de 10 mil milhões de dólares em ajuda humanitária até 2020.

A liderar as contribuições, a Alemanha: a chanceler Angela Merkel disse que o seu país vai avançar com dois mil e trezentos milhões de dólares.

O primeiro-ministro britânico disse que a soma total constitui “a maior jamais reunida num único dia em resposta a uma crise humanitária”.

David Cameron afirmou que “foram garantidos perto de seis mil milhões de dólares só para 2016 e outros cinco mil milhões até 2020. Isso significa que milhões de pessoas vão agora receber alimentos, cuidados médicos e alojamentos essenciais, na Síria e além fronteiras”.

O conflito na Síria, iniciado em março de 2011, fez mais de 260.000 mortos e seis milhões de deslocados dentro do país, obrigando outros 4,6 milhões a procurar refúgio nos países vizinhos. Segundo números da ONU, perto de um milhão de refugiados sírios encontram-se na Jordânia.

O rei Abdullah II frisou que “ao apoiar a resposta aos refugiados, [os países doadores] vão, não só responder às necessidades urgentes de milhões, mas também ajudar a Jordânia a fazer o correto, cumprindo um papel crítico na região e mantendo-se forte no mundo”.

O secretário de Estado norte-americano, John Kerry, anunciou um reforço de 890 milhões de dólares para a Síria e os países vizinhos, até setembro deste ano.

Portugal contribuirá com 25 milhões de euros.