Última hora

Última hora

Da chegada a Lesbos à desilusão do regresso

Enquanto chegam às ilhas gregas cerca de 2 mil migrantes diariamente, a União Europeia pretende instalar vários postos de registo para dar

Em leitura:

Da chegada a Lesbos à desilusão do regresso

Tamanho do texto Aa Aa

Enquanto chegam às ilhas gregas cerca de 2 mil migrantes diariamente, a União Europeia pretende instalar vários postos de registo para dar procedimento aos pedidos de asilo. Mas a sua instalação está demorada e Bruxelas pressiona o governo de Atenas. A FR3 visitou a ilha de Lesbo com o ministro do Interior francês para ver como funciona o único “hotspot” dos muitos prometidos.

A Áustria continua a apertar a sua politica migratória. O governo planeia introduzir um limite diário aos pedidos de asilo e várias regiões preparam medidas específicas, é o caso do estado federal de Vorarlberg no oeste do país. A RSI esteve no local.

O medo de ver o acampamento miserável da cidade francesa de Calais reproduzir-se na vizinha Bélgica está provocar uma grande controvérsia. Em particular na cidade portuária de Zeebrugge devido às palavras do governador da Flandres Ocidental que apelou aos concidadãos para “não alimentarem os migrantes”. A reportagem da FR2.

No último verão, milhares de migrantes e requerentes de asilo tiveram uma receção calorosa na Alemanha, depois de uma longa e perigosa viagem até ao coração da Europa. A RAI3 mostra como ao fim de meses de espera, de burocracia e de desespero, muitos tomam o caminho do regresso.