Última hora

Em leitura:

Zimbabué: Mugabe declara "estado de catástrofe" por causa da seca


Zimbabué

Zimbabué: Mugabe declara "estado de catástrofe" por causa da seca

Por causa da seca provocada pelo fenómeno climático El Niño, o “estado de catástrofe” foi declarado na maioria das regiões rurais do Zimbabué pelo presidente Robert Mugabe.

Quase dois milhões e meio de pessoas necessitam de ajuda alimentar.

A seca fez com que se perdessem até 75% das colheitas de milho previstas para a primeira metade do ano e mais de 16 mil cabeças de gado morreram nas últimas semanas.

O governo já pediu um empréstimo de 200 milhões de dólares para importar alimentos mas precisa de mais ajuda.

Como explica o responsável do Programa Alimentar Mundial (PAM) no país, Eddie Rowe, “ao declarar esta seca como uma situação de calamidade e apresentando provas claras do impacto que terá na vida das pessoas, o Zimbabué e a região” ficam numa posição em que “os doadores e a comunidade internacional podem reconhecer que têm um problema entre mãos”.

Com a declaração da calamidade natural, os doadores internacionais podem começar a angariar dinheiro para fornecer ajuda alimentar ao Zimbabué. Para evitar a fome, as autoridades de Harare têm previsto comprar até 700 mil toneladas de milho para ajudar a população a sobreviver a esta que já é considerada a pior seca dos últimos 25 anos no país.

Há pontos de vista diferentes para cada história: a Euronews conta com jornalistas do mundo inteiro para oferecer uma perspetiva local num contexto global. Conheça a atualidade tal como as outras línguas do nosso canal a apresentam.

tradução automática

tradução automática

Artigo seguinte

mundo

Cameron procura apoios na Europa