Última hora

Última hora

Haiti: Crise política inflama confrontos em Port-au-Prince

A crise política que dura desde Outubro, no Haiti, está a reavivar as divisões do passado no país. Um homem foi apedrejado até à morte, esta

Em leitura:

Haiti: Crise política inflama confrontos em Port-au-Prince

Tamanho do texto Aa Aa

A crise política que dura desde Outubro, no Haiti, está a reavivar as divisões do passado no país.

Um homem foi apedrejado até à morte, esta sexta-feira, durante uma nova vaga de protestos violentos contra o presidente Michel Martelly, cujo mandato termina no domingo, sem um sucessor à vista.

Os manifestantes, que exigem o regresso do antigo presidente Jean Bertrand Aristide do exílio (derrubado por um golpe de estado em 2004), envolveram-se em confrontos com ex-militares que desfilaram ontem, de armas em punho, na capital, em apoio ao presidente cessante.

Desde a primeira volta das presidenciais, em Outubro, que quatro pessoas morreram em confrontos na capital.

Na origem da instabilidade está o impasse nas eleições presidenciais, adiadas por duas vezes desde Outubro, na sequência de várias acusações de fraude.

O presidente Martelly, cujo mandato termina amanhã, anunciou que poderá nomear um juiz do Supremo Tribunal ou um primeiro-ministro para assegurar interinamente o cargo até às novas eleições.