This content is not available in your region

PSA paga 430 milhões de euros para regressar ao Irão

Access to the comments Comentários
De  Patricia Cardoso  com Reuters
PSA paga 430 milhões de euros para regressar ao Irão

<p>A <span class="caps">PSA</span> Peugeot Citroën vai pagar quase 430 milhões de euros à Iran Khodro para regressar ao Irão.</p> <p>O construtor automóvel francês vai compensar os prejuízos sofridos pela Khodro depois da <span class="caps">PSA</span> ter posto um fim às vendas no Irão, em 2012, devido às sanções internacionais.</p> <blockquote class="twitter-tweet" data-lang="pt"><p lang="en" dir="ltr"><span class="caps">PSA</span> will pay Iran partner $446 million compensation for quitting market, report says-<span class="caps">PSA</span> will pay Iran Khodro $446 <a href="https://t.co/imEF00pHyd">https://t.co/imEF00pHyd</a></p>— Auto News Today (@Auto_News_Today) <a href="https://twitter.com/Auto_News_Today/status/696658795997454337">8 fevereiro 2016</a></blockquote> <script async src="//platform.twitter.com/widgets.js" charset="utf-8"></script> <p>Com a saída do Irão, após 50 anos de presença, o grupo francês viu as vendas caírem 10%. </p> <p>Uma parte do pagamento será feita através de serviços e descontos em peças. O grupo francês vai perdoar 11 milhões da dívida da Iran Khodro e vai pagar 65 milhões em direitos devidos para o período 2012-2016.</p> <p>Cerca de 300 milhões de euros servirão a lançar a nova parceria que as duas empresas assinaram durante a visita de Hassan Rohani a França. </p> <p>A <span class="caps">PSA</span> espera produzir 200 mil veículos por ano no Irão.</p>