Última hora

Última hora

Comemorações do aniversário da morte de Hieronymus Bosch

Quinhentos anos depois da sua morte, Hieronymus Bosch regressa à cidade onde nasceu. No Museu da Brabante do Norte , na cidade holandesa onde o

Em leitura:

Comemorações do aniversário da morte de Hieronymus Bosch

Tamanho do texto Aa Aa

Quinhentos anos depois da sua morte, Hieronymus Bosch regressa à cidade onde nasceu.
No Museu da Brabante do Norte , na cidade holandesa onde o pintor nasceu, ‘s-Hertogenbosch (também conhecida como Den Bosch) está patente uma exposição com algumas das grandes obras de Bosch.
Não tinha por hábito assinar ou datar os quadros.
Mas as representações do céu ou do inferno, dos sonhos e dos pesadelos continuam a fascinar os especialistas.

Charles de Mooij, diretor do Museu de Brabante do Norte explica que “Hieronymus Bosch é um artista fora do comum porque a sua originalidade e a sua criatividade são enormes. Inspirou artistas de todo o mundo até aos dias de hoje. Quinhentos anos depois de sua morte, ainda está vivo, e isso acontece graças à sua originalidade, à forma como retrata os mais estranhos sonhos dos homens “.

Nos últimos anos especialistas de todo o mundo fizeram um extenso trabalho para confirmar a autenticidade das obras de Bosch. Uma das que foi confirmada foi o tríptico Tentações de Santo Antão (c. 1500), que pertence à colecção do Museu Nacional de Arte Antiga, em Lisboa. Essa obra não vai fazer parte desta exposição na Holanda: vai ser emprestada ao Museu do Prado em Madrid, também para assinalar os 500 anos da morte do pintor.