Última hora

Última hora

Tropas sírias em vias de cortar rota de abastecimento da rebelião

As forças do governo sírio parecem estar em posição de desferir o derradeiro golpe sobre Allepo para controlar a rota de abastecimento da rebelião

Em leitura:

Tropas sírias em vias de cortar rota de abastecimento da rebelião

Tamanho do texto Aa Aa

As forças do governo sírio parecem estar em posição de desferir o derradeiro golpe sobre Allepo para controlar a rota de abastecimento da rebelião. As topas de Assad conseguiram, com o apoio de militares russos, recapturar vários pontos estratégicos junto à fronteira sírio-turca.

Este militar sírio diz que têm o controlo sobre pontos estratégicos, a noroeste de Allepo, por onde os rebeldes recebiam ajuda estrangeira.

“Temos seguros Azaz e Tel Rifat por onde vem a ajuda estrangeira. Este é o ponto de controlo entre Naboul e Azahraa para securizarmos a estrada de Gaziantep que eles usam”.

Mais de 100.000 pessoas deixaram Aleppo nas últimas duas semanas por causa das ofensivas do governo sírio e por receio de que a cidade fique cercada. À província turca de Kilis vão chegando os refugiados que Ancara deixa entrar a conta gotas.

Os Estados Unidos acusam a Rússia de “exacerbar” o conflito através do apoio militar às forças do governo, especialmente na atual ofensiva contra os rebeldes em Aleppo, a maior cidade no norte.

A Turquia e Arábia Saudita admitiram este sábado que poderiam conduzir uma operação terrestre contra o grupo Estado Islâmico na Síria, o que poderá complicar ainda mais a situação ainda longe de uma saída para a crise.