Última hora

Última hora

Espanha: Recebeu salário durante seis anos sem pôr pés na empresa

Um funcionário público de Cadiz em Espanha, que faltou ao trabalho durante seis anos e continuou a receber o salário, foi descoberto depois de ser

Em leitura:

Espanha: Recebeu salário durante seis anos sem pôr pés na empresa

Tamanho do texto Aa Aa

Um funcionário público de Cadiz em Espanha, que faltou ao trabalho durante seis anos e continuou a receber o salário, foi descoberto depois de ser agraciado pela companhia com um prémio pelo longo tempo de trabalho.

Joaquim Garcia foi multado em 27 mil euros, um ano de salário.

O vice-presidente da câmara de Cadiz, Martin Vila, reagiu. “É inadmissível não ter havido controlo neste assunto e que durante anos uma pessoa não foi ao trabalho e ninguém fez verificações. Ele não aparecia no trabalho mas era pago à mesma”, disse.

Joaquin Garcia, ex-funcionário das Águas de Cadiz, afirma que está ser assassinado pelos media. Alega inocência, pois segundo o mesmo, estava ser perseguido na empresa e foi transferido para um cargo onde não havia nada para fazer.

O advogado de defesa explica que “isto é muito desconfortável para ele, ao ponto de ter de recorrer a um psicólogo… não… um psicólogo. Ele está sob medicação porque sofre uma grande pressão, hostilidade.

O senhor Garcia, apelidado pela imprensa espanhola como o funcionário fantasma, pediu clemência ao presidente da câmara, para não pagar a multa, e vai recorrer da decisão do tribunal.