Última hora

Última hora

IX Festival Internacional de Artes de Inverno em Sochi

Em leitura:

IX Festival Internacional de Artes de Inverno em Sochi

Tamanho do texto Aa Aa

A estância turística russa de Sochi, no Mar Negro acollhe acolhe o IX Festival Internacional de Artes de Inverno.

A estância turística russa de Sochi, no mar negro, anfitriã dos Jogos Olímpicos de Inverno de 2014, acolhe agora a IX edição do Festival Internacional de Artes de Inverno.

No programa desta edição, está presente toda uma constelação de estrelas das artes do espetáculo, da música e da dança. Haverá também espaço para uma estreia a nível mundial. A da peça “Don’t leave your Planet” (Não abandones o teu Planeta), que é, na realidade, um novo espetáculo musical e teatral baseado num dos mais famosos livros do Mundo: O Principezinho, de Antoine de Saint-Exupéry.

Viktor Cramer, diretor artístico, diz que “todas as pessoas dizem conhecer o livro (O Príncipezinho). Adultos e crianças”, mas que o grupo de trabalho conseguiu encontrar, no texto “novas dimensões dramáticas e mesmo trágicas.”

“Por isso”, diz Cramer, começaram todo um trabalho “desde a estaca zero.

No palco, uma caixa de areia representa o deserto, os projetores representam as estrelas e a foto de uma mulher substitui a rosa, pela qual o Principezinho se apaixona. Decorações incríveis e efeitos visuais e sonoros inesperados que contribuem para que nos esqueçamos de que apenas um ator se encontra em palco.

Konstantin Khabenskiy, um famoso ator russo – conhecido pelo trabalho em filmes de terror como “Night Watch” e tendo contracenado com Angelina Jolie em “Wanted”, é o narrador no espetáculo. Um piloto cujo avião se despenhou no deserto do Saara. No entanto, com alguma atenção, é possível reconhecer a existência de outras personagens, como o Rei, um bêbedo ou um homem de negócios que conta estrelas sem cessar, todos em cena graças a um mesmo ator.

Khabenskiy disse à Euronews que “todos os projetos e todos os papéis considerados interessantes apresentam dificuldades. Mas fazem com que (ele) possa “alcançar novas metas” e chegar a “novos horizontes”.

No entanto, Khabenskiy não se encontra sozinho em palco. Duas dezenas de músicos criam um ambiente muito especial durante todo o espetáculo. Músicos acompanhados pelo excecional maestro russo e violinista Yuri Bashmet.

O maestro explicou à Euronews que a música foi criada por Kuzma Brodov, um compositor russo, com recurso a obras-primas de Mahler e Brahms. “Por isso as melodias são tão familiares para o público, ainda que sejam mais do que uma cópia de composições mundialmente famosas.”

Se a música é uma inovação no espetáculo, o texto é quase 100% Saint-Exupéry. No entanto, houve lugar para alguma improvisação e mesmo para a interação com o público. Os autores do projeto dizem que assim, “as pessoas podem explicar melhor aos atores a mensagem de Saint Exupery.
Algo que parece funcionar.”

Segundo a enviada da Euronews a Sochi, Maria Korenyuk, “depois do primeiro espetáculo em Sochi, a equipa parte em digressão. A próxima sessão tem lugar em Moscovo, no final de março. Mais tarde, seguirá para outras cidades russas e para o estrangeiro.”