Última hora

Última hora

FIFA quer erradicação de dois vice-presidentes da Conmebol

A comissão de investigação da FIFA recomendou esta quinta-feira o afastamento do colombiano Luis Bedoya e do chileno Sergio Jadue, antigos

Em leitura:

FIFA quer erradicação de dois vice-presidentes da Conmebol

Tamanho do texto Aa Aa

A comissão de investigação da FIFA recomendou esta quinta-feira o afastamento do colombiano Luis Bedoya e do chileno Sergio Jadue, antigos vice-presidentes da Confederação Sul-americana de Futebol (Conmebol), no âmbito do escândalo que abalou o organismo máximo do futebol mundial.

Bedoya e Jadue admitiram no ano passado serem culpados dos atos de corrupção que lhes são imputados pela justiça norte-americana.

Em consequência da recomendação emitida pela comissão de investigação da FIFA, os dois ex-responsáveis da Conmebol ficam afastados de qualquer atividade relacionada com o futebol.

Bedoya integrou o Comité Executivo da FIFA, o órgão de cúpula da instituição, e foi presidente da Federação Colombiana de Futebol até outubro de 2015.

Sergio Jadue liderou a federação chilena de janeiro de 2011 até novembro de 2015, forçado a abandonar em consequência das investigações sobre corrupção na FIFA.

O escândalo de corrupção na FIFA foi tornado público em maio de 2015, a dois dias da reeleição do suíço Joseph Blatter para a presidência do organismo regulador do futebol mundial, com a abertura pela justiça dos Estados Unidos de um processo que levou à acusação de 14 dirigentes e ex-dirigentes.

As próximas eleições para a presidência da FIFA estão marcadas para 26 de fevereiro.