This content is not available in your region

Obama vai a Cuba em março

Access to the comments Comentários
De  Ricardo Figueira  com REUTERS
Obama vai a Cuba em março

<p>O próximo aperto de mãos entre Barack Obama e Raúl Castro vai acontecer em Havana, naquela que vai ser a primeira visita oficial de um presidente americano a Cuba desde 1928.</p> <p>A visita histórica vai acontecer nos dias 21 e 22 de março. Faz parte da viagem de Obama por vários países da América Latina. É um passo decisivo na normalização das relações entre os dois países, de costas voltadas desde a revolução que instituiu o regime comunista em 1959.</p> <blockquote class="twitter-tweet" data-lang="en"><p lang="en" dir="ltr">Here's how we're looking at the road ahead: <a href="https://t.co/a0KcsmpF39">https://t.co/a0KcsmpF39</a></p>— President Obama (@POTUS) <a href="https://twitter.com/POTUS/status/700320856858189824">February 18, 2016</a></blockquote> <script async src="//platform.twitter.com/widgets.js" charset="utf-8"></script> <blockquote class="twitter-tweet" data-lang="en"><p lang="en" dir="ltr">14 months ago, I announced that we would begin normalizing relations with Cuba – and we've already made significant progress.</p>— President Obama (@POTUS) <a href="https://twitter.com/POTUS/status/700318872147066880">February 18, 2016</a></blockquote> <script async src="//platform.twitter.com/widgets.js" charset="utf-8"></script> <p>Se o levantamento completo do bloqueio económico americano a Cuba ainda não foi conseguido, devido a resistências no Congresso, houve outros passos importantes que foram dados, como o acordo para o restabelecimento de voos comerciais, assinado esta semana:http://pt.euronews.com/2016/02/17/cuba-e-os-estados-unidos-retomam-voos-comerciais/, ou a reabertura das embaixadas americana em Cuba e cubana nos Estados Unidos, no verão passado.</p> <p>Para viajar para Cuba, Obama tinha exigido encontrar-se com dissidentes políticos. Se o encontro com o presidente Raúl Castro é certo, permanece uma incógnita: Saber se Obama se vai encontrar, ou não, também com o irmão mais velho, o “pai da revolução”, Fidel Castro.</p>