Última hora

Em leitura:

"Brexit": Maratona negocial prossegue em Bruxelas


A redação de Bruxelas

"Brexit": Maratona negocial prossegue em Bruxelas

Sem fim à vista, pelo menos para já, as negociações entre o Reino Unido e os parceiros europeus prosseguem em Bruxelas, com encontros bilaterais.

A cimeira do “tudo ou nada”, como foi apelidada pelo presidente do Conselho Europeu, Donald Tusk, arrancou na quinta-feira e os líderes do bloco comunitário tentam desde então chegar a um acordo sobre as reformas exigidas. Por agora ainda não há fumo branco.

“Fizemos alguns progressos, mas ainda não há acordo. Como disse, só aceitarei um acordo que satisfaça as necessidades do Reino Unido. Por isso, vamos voltar ao debate, vamos trabalhar mais e farei tudo o que estiver ao meu alcance”, disse o primeiro-ministro britânico esta manhã, antes do arranque da segunda jornada da cimeira.

Quando conseguir o aval dos parceiros europeus, David Cameron deverá convocar formalmente um referendo à permanência do Reino Unido no seio da União Europeia, mas o caminho até essa etapa mostra-se difícil.

“Na noite de quinta para sexta-feira houve propostas que foram alteradas entre uns e outros. No que diz respeito a França, existe a vontade de ter regulação financeira que funcione em todos os lugares da Europa e que não exista direito de veto”, sublinhou, também esta manhã, o presidente francês, François Hollande.

Já esta tarde, o primeiro-ministro grego abandonou a sede do Conselho Europeu para descansar antes do jantar de trabalho. Alexis Tsipras ameaçou não assinar o documento que beneficie os britânicos se a União Europeia fechar as fronteiras para que não entrem refugiados.

Sándor Zsíros, Euronews: Uma fonte europeia referiu que durante o jantar desta noite os líderes europeus tentarão acertar agulhas sobre as divergências persistentes e que um acordo ainda é possível. Por outro lado, o Conselho Europeu pediu às delegações dos Estados-membros para prolongarem as reservas de hotel para esta noite.

Há pontos de vista diferentes para cada história: a Euronews conta com jornalistas do mundo inteiro para oferecer uma perspetiva local num contexto global. Conheça a atualidade tal como as outras línguas do nosso canal a apresentam.

Artigo seguinte

A redação de Bruxelas

Migrações: Cimeira extraordinária UE-Turquia prevista para início de março