Última hora

Última hora

Jucker insatisfeito com restrição austríaca de migrantes

A Comissão Europeia não vê com bons olhos a decisão da Áustria de limitar a 3200 a entrada máxima diária de requerentes de asilo no país. Viena vai

Em leitura:

Jucker insatisfeito com restrição austríaca de migrantes

Tamanho do texto Aa Aa

A Comissão Europeia não vê com bons olhos a decisão da Áustria de limitar a 3200 a entrada máxima diária de requerentes de asilo no país.

Viena vai também autorizar um máximo de 80 pedidos de asilo por dia.

O presidente da Comissão Europeia, Jean Claude Junker, alertou a Áustria para o facto de estar obrigada a respeitar as leis europeias.

“No que diz respeito à Áustria, tenho que dizer que não gostei da decisão e estamos a averiguar se está em linha com a lei europeia. Para já o assunto está a ser examinado”, referiu Juncker.

Mais ainda, a Áustria, a Macedónia, a Sérvia, a Croácia, e a Eslovénia concordaram introduzir na Macedónia pontos conjuntos de registo de migrantes oriundos da Grécia e vão organizar o transporte da fronteira diretamente para a Áustria.

O processo vai incluir a identificação e a recolha de dados para estabelecer se podem ser candidatos a asilo.

A medida vai ser implementada de imediato.

Foram também realizados convites à Bulgária e à Albânia para integrarem o sistema, pois poderão tornar-se na próxima rota dos migrantes.