This content is not available in your region

Feira de telecomunicações de Barcelona abriu as portas

Access to the comments Comentários
De  Luis Guita
Feira de telecomunicações de Barcelona abriu as portas

<p>A maior feira de telecomunicações do mundo, o Mobile World Congress, em Barcelona, abriu as portas, esta segunda-feira, e, mais uma vez, é o palco onde são apresentadas as novidades de marcas como Sony, Samsung e LG.</p> <p>A realidade virtual e a aliança entre as grandes empresas do setor são vertentes incontornáveis do mundo da tecnologia móvel.</p> <p>“Pode-mos ver uma rutura clara no sentido da “internet das coisas” que não existia nos últimos anos. O mundo do wearable está concentrado em poucas empresas, só as mais importantes, as históricas. Eu estou interessado no mundo do consumidor, vi smartphones e dispositivos: com o passar dos anos vejo que eles não têm muito mais para dar em termos de inovação, porque já estão muito à frente,” considera um visitante.</p> <p>O fundador do Facebook; Mark Zuckerberg, criticou a indústria por criar redes mais rápidas (4G e 5G) dirigidas exclusivamente a proporcionar melhores ligações para os mais ricos e deixar milhões sem acesso à internet.</p> <p>“É uma loucura, estamos aqui, em 2016, e 4 mil milhões de pessoas no mundo ainda não têm acesso à internet,” afirmou Mark Zuckerberg</p> <p>O fundador do Facebook aproveitou a presença na feira para analisar projetos de conectividade, realidade virtual e de inteligência artificial.</p> <p>No domínio dos seus projetos, Zuckerberg informou que este ano o Facebook vai testar drones e que vai lançar o primeiro satélite em África</p> <p>“Este ano, mais do que nunca, o smartphone está no cerne. Cada vez menos um telefone móvel, cada vez mais uma espécie de chave mestra eletrónica que permite interagir com própria vida, sempre e em toda parte,” revelou o enviado especial da Euronews.</p>