Última hora

Última hora

Feira de telecomunicações de Barcelona abriu as portas

A maior feira de telecomunicações do mundo, o Mobile World Congress, em Barcelona, abriu as portas, esta segunda-feira, e, mais uma vez, é o palco

Em leitura:

Feira de telecomunicações de Barcelona abriu as portas

Tamanho do texto Aa Aa

A maior feira de telecomunicações do mundo, o Mobile World Congress, em Barcelona, abriu as portas, esta segunda-feira, e, mais uma vez, é o palco onde são apresentadas as novidades de marcas como Sony, Samsung e LG.

A realidade virtual e a aliança entre as grandes empresas do setor são vertentes incontornáveis do mundo da tecnologia móvel.

“Pode-mos ver uma rutura clara no sentido da “internet das coisas” que não existia nos últimos anos. O mundo do wearable está concentrado em poucas empresas, só as mais importantes, as históricas. Eu estou interessado no mundo do consumidor, vi smartphones e dispositivos: com o passar dos anos vejo que eles não têm muito mais para dar em termos de inovação, porque já estão muito à frente,” considera um visitante.

O fundador do Facebook; Mark Zuckerberg, criticou a indústria por criar redes mais rápidas (4G e 5G) dirigidas exclusivamente a proporcionar melhores ligações para os mais ricos e deixar milhões sem acesso à internet.

“É uma loucura, estamos aqui, em 2016, e 4 mil milhões de pessoas no mundo ainda não têm acesso à internet,” afirmou Mark Zuckerberg

O fundador do Facebook aproveitou a presença na feira para analisar projetos de conectividade, realidade virtual e de inteligência artificial.

No domínio dos seus projetos, Zuckerberg informou que este ano o Facebook vai testar drones e que vai lançar o primeiro satélite em África

“Este ano, mais do que nunca, o smartphone está no cerne. Cada vez menos um telefone móvel, cada vez mais uma espécie de chave mestra eletrónica que permite interagir com própria vida, sempre e em toda parte,” revelou o enviado especial da Euronews.