Última hora

Última hora

Zuckerberg mostra o futuro em Barcelona

Em leitura:

Zuckerberg mostra o futuro em Barcelona

Tamanho do texto Aa Aa

Mesmo se as estrelas do Mobile World Congress, em Barcelona, costumam ser os telemóveis, este ano o vedetismo foi roubado pelo convidado especial da Samsung – o fundador do Facebook, Mark Zuckerbeg.

Esta presença não acontece por acaso. Zuckerberg veio falar da nova parceria entre o Facebook e a Samsung, virada para a realidade virtual, mais uma arma do grupo sul-coreano na guerra com a Apple no mercado dos smartphones: “Comecei a aprender a programar computadores quando tinha 11 anos. Ainda me lembro de estar nas aulas de matemática, a escrever código no meu bloco de notas, porque não tinha o computador comigo. Fazia desenhos de um mundo onde, em vez de navegarmos em sites a duas dimensões, nos transportávamos completamente para outro lugar, como se estivéssemos lá na realidade. Desde então que me interesso por esta ideia da realidade virtual e tenho estado à espera do dia em que isso se possa tornar realidade. Agora, graças a esta parceria entre o Facebook e a Samsung, é possível que esse dia tenha chegado”, disse Zuckerberg na apresentação.

Point of view

Fazia desenhos de um mundo onde, em vez de navegarmos em sites a duas dimensões, nos transportávamos completamente para outro lugar, como se estivéssemos lá na realidade. Desde então que me interesso por esta ideia da realidade virtual e tenho estado à espera do dia em que isso se possa tornar realidade.

A Samsung tem o sistema de realidade virtual Gear, que Zuckerberg diz ser o parceiro ideal para levar esta tecnologia até ao Facebook, fazendo com que espaços de realidade virtual sejam espaços de encontro. Neste evento em Barcelona, o público teve direito a óculos de realidade virtual para ver o vídeo de apresentação. Zuckerberg quer utilizar a tecnologia da Samsung para dinamizar conteúdos de vídeo a 360 graus, que o Facebook tem vindo a experimentar nos últimos 12 meses: “Ao longo do último ano, tenho vindo a trabalhar para que o Facebook seja a melhor plataforma de vídeo a 360 graus. Hoje, mais de 100 milhões de horas de conteúdos de vídeo são vistas todos os dias no Facebook. Os vídeos a 360 graus são ainda mais imersivos, porque não os vemos de forma passiva. Vemo-los como se estivéssemos lá, em Taiti a surfar com os anjos azuis ou na superfície de Marte”.

A intervenção de Zuckerberg perante uma plateia de pessoas com óculos de realidade virtual gerou alguma paródia…

A Samsung vai em breve comercializar a nova câmara Gear 360, um aparelho com lentes à frente e atrás, que concebe vídeos a 360 graus para aparelhos e aplicações de realidade virtual. Os novos telemóveis da Samsung têm também aplicações para partilhar e visionar vídeos com óculos de realidade virtual. A ideia é fazer com que a criação de vídeos em realidade virtual seja mais fácil e isso estimule a compra destes aparelhos.

Se Zuckerberg foi a grande estrela, a Samsung aproveitou também o salão para apresentar os novos smartphones topo de gama, o Galaxy S7 e o S7 Edge.

Se o novo modelo é uma melhoria em relação ao S6, já que tem uma câmara melhor e é à prova de água, a verdade é que é difícil concordar com o patrão da divisão móvel da Samsung, DJ Koh, quando este diz que o novo telemóvel é revolucionário.

A pedrada no charco, neste salão de Barcelona, foi mesmo a apresentação das câmaras a 360 graus, não só por parte da Samsung, mas também de outro grande grupo sul-coreano, a LG, que apresenta aqui uma câmara de fotos e vídeo que faz imagens a 360 graus com uma qualidade de 2K.

Há ainda óculos de realidade virtual, mais leves, dotados de dois miniecrãs HD, que podem ser ligados a um smartphone. Todas estas maravilhas da tecnologia podem ser vistas no Mobile World Congress de Barcelona até ao dia 25.

Mais sobre hi-tech