Última hora

Última hora

EUA: FBI pediu acesso a 15 telemóveis da Apple

Centenas de pessoas manifestaram-se ontem nas principais cidades norte-americanas para pedir à Apple que não revele o código de segurança dos seus

Em leitura:

EUA: FBI pediu acesso a 15 telemóveis da Apple

Tamanho do texto Aa Aa

Centenas de pessoas manifestaram-se ontem nas principais cidades norte-americanas para pedir à Apple que não revele o código de segurança dos seus telemóveis ao FBI.

Os protestos, frente a lojas da marca e à sede da agência de investigação em Washington, ocorrem num momento em que a companhia rejeita desbloquear um Iphone no quadro de uma investigação por terrorismo.

A indignação em defesa da privacidade surge depois da revelação de que a Apple teria sido solicitada pelas autoridades para revelar as “palavras-chave” de pelo menos 15 telemóveis, nos últimos quatro meses.

Os investigadores do atentado em San Bernardino, que tentam obter acesso ao telemóvel de um dos atiradores, poderão recorrer ao Supremo na batalha contra a Apple.

Para aumentar a pressão sobre a companhia, vários familiares dos atentados estão a ser convidados a juntarem-se ao processo nos tribunais.

Do lado da Apple, um alto responsável sob anonimato, entrevistado pela agência Reuters, admitiu a possibilidade das companhias informáticas reforçarem a encriptação de dados para evitarem futuras intromissões do governo.

Segundo uma sondagem publicada na segunda-feira pelo Pew Research Center, 51% dos norte-americanos afirmam estar do lado do FBI, contra 38% que apoiam a posição da Apple.