Última hora

Última hora

Icaria: "A ilha grega onde as pessas se esquecem de morrer"

Numa pequena ilha grega do sudeste do Mar Egeu, a 10 horas de barco de Atenas, os habitantes parecem querer desafiar a morte. Pelo menos durante mais

Em leitura:

Icaria: "A ilha grega onde as pessas se esquecem de morrer"

Tamanho do texto Aa Aa

Numa pequena ilha grega do sudeste do Mar Egeu, a 10 horas de barco de Atenas, os habitantes parecem querer desafiar a morte. Pelo menos durante mais algum tempo que o resto dos humanos do mundo.
Icaria é muitas vezes descrita como “o céu da longevidade” ou “a ilha onde as pessas se esquecem de morrer”. Os “icarianos” vivem, em média, mais anos que no resto do planeta. Os dados estatísticos provam isso mesmo. De acordo com um estudo da Universidade Médica de Atenas, publicado na jornal científico “Cardiology Research and Study”, 30% da população em Icaria passa dos 90 anos.

Como é que isso acontece? Há algumas explicações:

1. Fazem muito exercício físico

Ikaria 318

Não, em Icaria não há muitos ginásios. Os “icarianos” fazem exercício físico na rua. A agricultura é a principal atividade da ilha e grande parte dos cerca de 9 mil habitantes faz muitos quilómetros a pé pelos trilhos nos campos. Ou seja, há pouco sedentarismo. A Universidade Médica de Atenas garante que a atividade física moderada que os idosos (mais de 80 anos) de Icaria fazem reduz o risco de acidentes cardiovasculares em 54%

Além disso, há muito menos registos de casos de diabetes e melhores índices de colesterol HDL, o chamado colesterol bom. Há ainda um outro dado significativo. A atividade física parece uma influência muito positiva na redução dos casos de demência e depressão.

2. Levam uma vida sem stress

σκόνη, πέτρες, λάσπη όλη μέρα στο γιαπί......αχχ

Sem grandes cidades e horas de ponta infernais, os habitantes de Icaria levam uma vida relaxada. O que não quer dizer que não trabalhem, muito pelo contrário. Mas o stress e a ansiedade são problemas que não os afetam. Deitam-se tarde, não acordam cedo e também costumam dormir a sesta. Uma receita que parece ter benefícios para o coração. Além disso, usar relógio na ilha parece tão pouco apropriado como vestir um smoking para ir nadar.
Para completar a receita: bebem um ou dois copos de vinho local por dia. Ao que parece tem um efeito anti-oxidante.

3. Cuide da sua terra que a terra vai cuidar de si.

sun-fruit-sun

Tal como já foi dito, a agricultura é a principal atividade dos “icarianos”, por isso conhecem todos os segredos da terra. Produzem e consomem os próprios produtos. Todas as casas têm, pelo menos, uma pequena horta com vegetais, batatas e frutas. A juntar a tudo isto está uma dieta mediterrânica, rica em peixe, tomate, azeite, pouco açucar, carne e laticíneos. Para além dos benefícios das ervas locais como o alecrim, manjerona, dente de leão e sálvia.

4. Pequeno-almoço com café grego e mel local.

Greek coffee and finiki in Armenistis

O típico pequeno-almoço de Atenas ou Thessaloniki pode ser um café expresso e um cigarro. Mas não em Icaria. Os habitantes da ilha não dispensam o velho café grego, por três razões: em primeiro lugar, exige tempo e calma na preparação; em segundo, este hábito está intimamente ligado ao modo de vida relaxado; por fim, um estudo já comprovou que tem muitos benefícios para o coração.

O mesmo estudo revelou que um dos fatores que contribui para a longevidade em Icaria é o deixar de fumar. 82% dos homens mais velhos da ilha são ex-fumadores.

O mel é um bem precioso nesta ilha de 255 quilómetros quadrados. Existem mesmo vários tipos deste nectar que não pode ser encontrados noutras partes do mundo. E serve para tudo: desde ajudar a sarar feridas até curar ressacas. Os “icarianos” gostam de começar o dia com uma boa colher de mel.

5. Forte atividade geotermal

Ikaria é famosa pelas nascentes termais no nordeste e no sul da ilha. A temperatura da água vairia entre os 31 e os 58 graus Celsius. Desde a Antiguidade que são conhecidos os benefícios das águas termais para a saúde.

6. Muita festa e muito sexo.

Para além da longevidade dos habitantes, Icaria é também conhecida pelos festivais. Há quem diga que só acontecem para atrair turistas. Mas quem ali vive garante que não. Ao longo do ano, entre janeiro e novembro, ocorrem 80 festivais. Em muitos deles celebra-se…a vida.

Há ainda um outro dado curioso encontrado num dos vários estudos sobre a longevidade dos “icarianos”. Numa das pesquisas chega-se à conclusão que o facto dos habitantes continuarem a ter relações sexuais com muita frequência, mesmo depois dos 65 anos, contribui para o aumento da esperança média de vida local. O estudo revela que 60% dos entrevistados, com idades entre os 65 e os 99 anos, declararam, pelo menos, “confiança moderada”, enquanto desfruta de relações sexuais.