Última hora

Última hora

Migrantes: Bélgica aperta controlos na fronteira para evitar fugas da "selva" de Calais

A decisão belga, de reforçar os controlos fronteiriços, sobretudo na zona costeira, surge na sequência do anúncio, das autoridades francesas, de que uma parte da "selva" de Calais vai ser evacuada

Em leitura:

Migrantes: Bélgica aperta controlos na fronteira para evitar fugas da "selva" de Calais

Tamanho do texto Aa Aa

A Bélgica vai manter controlos apertados na fronteira com a França. O objetivo é evitar que os migrantes que se encontram na chamada “selva” de Calais se desloquem para a Bélgica, numa tentativa de alcançarem a Inglaterra – ou outros países.

Na localidade fronteiriça de La Panne, a polícia belga reenvia os migrantes para França – um país onde não querem ficar, como explica um migrante afegão: “Não queremos ficar aqui. Queremos deixar este país, mas não nos deixam partir.”
O jornalista pergunta então: “Querem ir para Inglaterra?” O migrante responde: “Não, para Inglaterra não. Mas para outro país! O que é que havemos de fazer aqui?!”

A decisão belga, de reforçar os controlos fronteiriços, sobretudo na zona costeira, surge na sequência do anúncio, das autoridades francesas, de que uma parte do acampamento de Calais vai ser evacuada. Uma evacuação que aguarda, contudo, uma decisão judicial.

Os controlos começaram na passada segunda-feira, mas esta quarta-feira as autoridades belgas decidiram reforçar o número de efetivos.