Última hora

Última hora

Presidencias dos EUA: Bernie Sanders, avô, estrela de internet, democrata esquerdista

Estão a decorrer as primárias, nas quais os dois partidos norte-americanos vão eleger os respetivos candidatos à sucessão de Barack Obama. As presidencias são a 8 de novembro.

Em leitura:

Presidencias dos EUA: Bernie Sanders, avô, estrela de internet, democrata esquerdista

Tamanho do texto Aa Aa

Bernie Sanders é a grande surpresa nas primárias democratas a caminho da Casa Branca e está a bater o pé a Hillary Clinton. O senador do Vermont reúne um forte apoio popular.

  • Bernard “Bernie” Sanders;
  • Nasceu em Brooklyn, Nova Iorque, a 8 de setembro de 1941 (74 anos);
  • Casado com Jane O’Meara desde 1988;
  • Filhos: Um, Levi Sanders, e 3 enteados (Dave, Carina e Heather);
  • Filiação: União pela Liberdade (até 1979), Independente (1979-2015; Democrata.
  • Religião: Judeu.

Logo no “caucus” do Iowa perdeu por uma unha negra para Hillary Clinton. Já sem Martin O’Malley na corrida, “esmagou” a rival nas primárias de New Hampshire e voltou a perder por pouco no “caucus” do Nevada. Nas primárias do último sábado, sofreu uma pesada derrota nas primárias da Carolina do Sul, por mais de 70 por centos dos votos.

Sanders não se dá por vencido e promete lutar pelos delegados nos 12 Estados em que se vai votar nesta “super terça-feira”, entre primárias e “caucus”, com mais de 800 delegados “em jogo” para os dois Democratas ainda na corrida à Casa Branca — são precisos 2383 para garantir a nomeação do partido em julho.

Hillary mantém o favoritismo entre os Democratas e nas sondagens, mas o discurso radical de Sanders continua a conquistar as bases. As críticas ao grande capital e ao corporativismo tem eco nas classes mais baixas.

Saúde e segurança social são as bandeiras no discurso deste nova-iorquino, de 74 anos, natural de Brooklyn e descendente de judeus polacos.

Casou-se duas vezes e o último matrimónio, há quase 30 anos, ainda dura. Tem três enteados e um filho, curiosamente, gerado numa relação extramatrimonial mais ou menos secreta, mantida, entre os dois casamentos, no final dos anos 60.

Se for eleito em novembro, será o segundo Presidente divorciado dos Estados Unidos — o primeiro foi Ronald Reagan. Mas, como se costuma dizer, até ao lavar dos cestos é vindima e Sanders mantém-se na sombra de Hilary Clinton.

Senador do Vermont, um dos 12 Estados a votos nesta “super terça-feira”, este já avô com sete netos revela-se uma estrela na internet, onde soma mais de 3 milhões de seguidores só no Facebook.

Será este sucesso popular e virtual suficiente para conquistar os Democratas e coloca-lo na disputa com os Republicanos pela liderança da maior potência mundial?