Última hora

Última hora

Presidencias dos EUA: Donald Trump, milionário, polémico, republicano indomável

Estão a decorrer as primárias, nas quais os dois partidos norte-americanos vão eleger os respetivos candidatos à sucessão de Barack Obama. As presidencias são a 8 de novembro.

Em leitura:

Presidencias dos EUA: Donald Trump, milionário, polémico, republicano indomável

Tamanho do texto Aa Aa

Começou por ser gozado e apontado como a anedota entre os eventuais candidatos à Casa Branca. Determinado, desta feita, confirmou e entrou em força na corrida. Donald Trump é o candidato do momento nas primárias republicanas.

  • Donald John Trump;
  • Nasceu em Queens, Nova Iorque, a 14 de junho de 1946 (69 anos);
  • Casado com Melania Knauss desde 22 de janeiro de 2005;
  • Filhos: Cinco, Donald Trump Jr., Ivanka Trump, Eric Trump, Tiffany Trump e Barron Trump;
  • Filiação: Reformista (1999-2001), Democrata (2001-2009), Independente (2011-2012) e Republicano (1987-1999, 2009-2011, 2012 em diante);
  • Religião: Presbiteriano.

O pré-candidato à Casa Branca começou por perder para Ted Cruz o “caucus” do Iowa, mas daí para cá somou vitórias nas primárias de New Hampshire e da Carolina do Sul, e no “caucus” do Nevada. Jeb Bush já ficou pelo caminho e esta terça-feira, a “súper terça-feira”, Trump ganhar ainda mais força rumo às presidenciais de 4 de novembro.

Natural de Nova Iorque, onde nasceu há 69 anos, Donald Trump assumiu os negócios da família em 1971. Construiu hotéis, casinos e campos de golfe por todo o mundo e criou um império em propriedades de luxo.

Foi dono da organização Miss Universo até setembro. Teve de se separar do concurso após comentários polémicos sobre os mexicanos, entre os quais revelou a intenção de construir um muro nos mais de 3000 quilómetros que separam os dois países e por onde se estima que passem clandestinamente mais de 230 mil pessoas por dia.

É famoso pelos divórcios relatados na imprensa cor-de-rosa.
Casou três vezes, com duas manequins e uma atriz, Marla Maples, que foi sua amante durante o primeiro casamento. Tem cinco filhos.

Acaba de celebrar 11 anos de matrimónio com Melania Knauss, uma ex-manequim natural da antiga Jugoslávia, hoje Eslovénia. A senhora Trump, agora com 45 anos, tornou-se “designer” de joias e relógios.

A 25 de abril do ano passado, Donald Trump começou a revolução que se está a revelar a sua feroz campanha rumo à Casa Branca. A 16 de junho confirmou a candidatura e dias depois viu-a formalizada pela Comissão Federal de Eleições.

Apoiado nos meios que lhe permite a fortuna pessoal avaliada oficialmente em mais de 10 mil milhões de dólares, Trump fez-se à estrada. Carismático e agressivo, o politicamente correto não lhe agrada. Há poucas semanas atacou diretamente um dos princpais rivais nas primárias republicanas. “Eu nunca vi ninguém que mentisse tanto como Ted Cruz e ele ainda se assume cristão? Não sei não. Acho que vão ter de investigar isso”, disparou.

Sem papas na língua, literalmente, até ao Papa Francisco já apontou o dedo depois de o Sumo Pontífice ter dito que não era cristão o plano de de Trump de levantar um muro na fronteira com o México. “Se, e quando, o Vaticano for atacado pelo ‘Daesh’ — o que, como todos sabem, será o troféu final do ‘Daesh’ — eu só posso garantir-vos que o Papa irá então desejar e rezar que Donald Trump tivesse sido o Presidente”, disse.

Polémico e controverso, conseguiu o feito de colocar George W. Bush, o último presidente republicano, e o sucessor democrata, Barack Obama, de acordo, a critica-lo como incompetente para liderar o país e a apelar aos eleitores.

Começou republicano, já foi democrata, ameaçou avançar no ano passado como independente e está a liderar a corrida Republicana. Até onde poderá ir Donald Trump?