This content is not available in your region

Radar... as histórias que não fizeram manchetes

Access to the comments Comentários
De  Euronews
Radar... as histórias que não fizeram manchetes

<p>À sexta-feira, os jornalistas das 13 línguas da euronews selecionam um conjunto de histórias que não tiveram direito a grande destaque na imprensa internacional.</p> <h3>Reino Unido: Vídeo sobre o Brexit</h3> <p>Um estranho vídeo publicado pelo Partido pela Independência do Reino Unido apelando à saída da União Europeia tornou-se viral. Mostra duas mulheres, vestidas com a bandeira britânica a cantar. A letra da música inclui frases como “Querem que os presos votem” ou “Levaram o nosso peixe e dinheiro ao longo dos anos”. A versão original da música foi feita por dois humoristas para o Campeonato Europeu de Futebol de 1996, em Inglaterra.</p> <iframe width="560" height="315" src="https://www.youtube.com/embed/BBi-KXc0CRk" frameborder="0" allowfullscreen></iframe> <p>Um dos autores da música orginal já declarou que gosta desta versão.</p> <blockquote class="twitter-tweet" data-lang="en"><p lang="en" dir="ltr">Just to be clear: me and Frank didn't give permission for this. But it's so brilliantly naff, we might've anyway. <a href="https://t.co/pbCAYNxdsg">https://t.co/pbCAYNxdsg</a></p>— David Baddiel (@Baddiel) <a href="https://twitter.com/Baddiel/status/702033728135163904">February 23, 2016</a></blockquote> <script async src="//platform.twitter.com/widgets.js" charset="utf-8"></script> <h3>Ilha canadiana oferece abrigo a refugiados norte-americanos que fujam de Trump</h3> <p>[AFP]<br /> O crescimento da popularidade de Donald Trump fez com que uma ilha canadiana oferecesse asilo político aos norte-americanos que queiram fugir do país, caso o republicano chegue à Casa Branca. Numa página da internet os norte-americanos são convidados a instalar-se na ilha de Cabo Bretão, situada na província da Nova Escócia, a 400 quilómetros da fronteira norte-americana, se Donald Trump vencer a eleição presidencial em novembro.</p> <p>http://news.yahoo.com/canadian-island-invites-trump-haters-move-north-191529288.html</p> <h3>Noruega: As aventuras de Kunkush, o gato de uma família de refugiados iraquianos</h3> <p>O jornal britânico The Guardian partilho esta semana na página do Facebook a história de Kunkush, o gato de uma família iraquiana que fugiu do país em novembro de 2015. O animal acompanhou-os até se ter assustado e fugido quando passavam a fronteira para a Grécia.</p> <p>Graças à ajuda de muitos voluntários, o Kunkush foi encontrado e levado para a Noruega este mês, onde se reencontrou com a família. </p> <p>O vídeo foi visto 15 milhões de vezes em apenas cinco dias.</p> <div id="fb-root"></div><script>(function(d, s, id) { var js, fjs = d.getElementsByTagName(s)<sup class="footnote"><a href="#fn1092037273637865f13cf64">0</a></sup>; if (d.getElementById(id)) return; js = d.createElement(s); js.id = id; js.src = “//connect.facebook.net/en_US/sdk.js#xfbml=1&version=v2.3”; fjs.parentNode.insertBefore(js, fjs);}(document, ‘script’, ‘facebook-jssdk’));</script><div class="fb-video" data-allowfullscreen="1" data-href="/theguardian/videos/vb.10513336322/10153951046571323/?type=3"><div class="fb-xfbml-parse-ignore"><blockquote cite="https://www.facebook.com/theguardian/videos/10153951046571323/"><a href="https://www.facebook.com/theguardian/videos/10153951046571323/">Refugee cat’s epic journey to find family</a><p>Refugee cat’s epic journey to find familyKunkush the cat was a beloved member of a family who became refugees when they fled Iraq for the safety of Europe. Travelling through Greece, cat and family became separated, sparking an international online search in hopes of reuniting them.This is Kunkush the cat's story.</p>Posted by <a href="https://www.facebook.com/theguardian/">The Guardian</a> on Friday, February 19, 2016</blockquote></div></div> <h3>México: Alejandro Sanz interrompe concerto para defender mulher agredida</h3> <p>O cantor espanhol Alejandro Sanz interrompeu o concerto de sábado passado em Rosarito, no México, e exigiu que um dos espectadores fosse expulso. Sanz acusou-o de agredir uma mulher.</p> <p>Nas redes sociais surgiram de imediato vários vídeos com o momento insólito:</p> <iframe width="420" height="315" src="https://www.youtube.com/embed/TNVHgzH-Nrg" frameborder="0" allowfullscreen></iframe> <p>O cantor desceu do palco ordenando a expulsão do suposto agressor. Alejandro Sanz parou de cantar, enquanto a banda continuava a tocar a música, e só voltou a pegar no microfone quando o homem foi retirado do local.</p> <p>A atitude do espanhol foi muito aplaudida nas redes sociais. Até a “Guardia Civil” espanhola felicitou o cantou pela atitude.</p> <blockquote class="twitter-tweet" data-lang="es"><p lang="es" dir="ltr"><a href="https://twitter.com/hashtag/Grande?src=hash">#Grande</a> <a href="https://twitter.com/AlejandroSanz">@AlejandroSanz</a> que echó de un concierto a un hombre que pegó a una mujer<br /> Con tu ayuda echaremos a todos<br /> <h3> Partido sueco quer legalizar a necrofilia e o incesto (mas só com autorização por escrito)</h3> <p>A Juventude do Partido Liberal da Suécia apresentou uma moção para legalizar a necrofilia e o incesto. Os representantes do partido defendem que “só porque é pouco habitual ou até nojento não significa que os atos sexuais mais depravados tenham de ser ilegais”.<br /> Querem tornal legais o sexo entre pessoas irmãos, com mais de 15 anos, e o sexo com cadáveres, desde que a pessoa dê permissão escrita antes de morrer.</p> <p><a href="http://www.dailymail.co.uk/news/article-3458702/Necrophilia-incest-legal-says-Swedish-Liberal-party-youth-wing-accused-laughable-nitwits-party-senior.html">Mais informação em Inglês</a> </p> <p>http://www.aftonbladet.se/nyheter/article22305329.ab</p> <h3>Flatulência provoca batalha entre grupos rivais em Espanha</h3> <p>Um batalha de flatulência acabou num tiroteio com quatro feridos, um deles em estado grave, e três detidos em Valência. A confusão foi provocada num bar entre membros de grupos rivais da localidade de Torrent. Ao que tudo indica, um dos jovens ter-se-á “descuidado”, um outro respondeu da mesma forma e aí começaram os confrontos.</p> <p>http://www.antena3.com/noticias/sociedad/pedo-provoca-tiroteo-cuatro-heridos-tres-detenidos-valencia_2016022300372.html</p>