Última hora

Última hora

Contagem de votos no Irão: política de abertura de reformadores e moderados em vantagem

Os aliados reformadores e moderados do presidente iraniano Hassan Rohani estão em vantagem face aos conservadores, em Teerão, naquilo que ainda é

Em leitura:

Contagem de votos no Irão: política de abertura de reformadores e moderados em vantagem

Tamanho do texto Aa Aa

Os aliados reformadores e moderados do presidente iraniano Hassan Rohani estão em vantagem face aos conservadores, em Teerão, naquilo que ainda é uma contagem parcial dos votos.
Os resultados têm depois de ser confirmados pelo Conselho de Guardiões da Constituição, um órgão conservador e não são esperados antes de terça-feira.

Mohammad Reza Aref, candidato reformista e apoiante de Rohani, aparece em primeiro lugar. Segundo os resultados apurados em Teerão, 29 dos candidatos apoiados por Reza Aref ganharam nos 30 lugares reservados à capital. Isto é tão mais notável quanto os lugares estavam todos ocupados anteriormente por conservadores.

Já o Ayatollah Akbar Hashemi Rafsanjani, também apoiante de Rohani, foi eleito em Teerão, juntamente com o Presidente, para a Assembleia de Peritos, que nomeia o Líder Supremo. Dos 88 lugares da Assembleia, 16 são reservados à capital.

Rohani espera com estes resultados de Teerão ver confirmada uma maioria no Parlamento, actualmente conservador, que lhe permita prosseguir a política de abertura do Irão, desde o acordo, em julho de 2015, com superpotências sobre o seu programa nuclear.

O novo Parlamento deve entrar em funções no final de maio.

Em Teerão, 1,3 milhões dos 2,9 milhões de eleitores votaram, ou seja, 44% e, em todo o país, cerca de 60% de uma população de 55 milhões.