Última hora

Última hora

Turquia: Erdogan "não respeita" decisão do Tribunal Constitucional de libertar jornalistas

Braço-de-ferro entre o presidente e o Tribunal Constitucional na Turquia: Recep Tayyip Erdogan diz que “não vai respeitar” a decisão da instância de

Em leitura:

Turquia: Erdogan "não respeita" decisão do Tribunal Constitucional de libertar jornalistas

Tamanho do texto Aa Aa

Braço-de-ferro entre o presidente e o Tribunal Constitucional na Turquia: Recep Tayyip Erdogan diz que “não vai respeitar” a decisão da instância de libertar, na passada sexta-feira, dois jornalistas da oposição que se encontravam em prisão preventiva.

Can Dündar, redator-chefe do diário Cumhuriyet, e Erdem Gül, responsável do jornal em Ancara, acusados de divulgar segredos de Estado, serão julgados a partir de 25 de março.

Erdogan afirmou que “o Tribunal Constitucional pode ter tomado a decisão” de libertá-los e que ele apenas pode “manter o silêncio” acerca do que foi decidido. Mas fez questão de “deixar claro” que não tem de “aceitá-la”, “concordar com ela” ou “respeitá-la”.

Dündar e Gül publicaram, pouco antes das legislativas de junho de 2015, um artigo e um vídeo sobre a suposta intercepção, em janeiro de 2014 na fronteira, de camiões dos serviços secretos turcos com armas destinadas a grupos rebeldes na Síria.