Última hora

Última hora

A fatura dos Óscares

Em Hollywood, a noite dos Óscares é de longe a mais prestigiosa, mas também a mais cara. E os números não faltam Só o tapete vermelho, com 152

Em leitura:

A fatura dos Óscares

Tamanho do texto Aa Aa

Em Hollywood, a noite dos Óscares é de longe a mais prestigiosa, mas também a mais cara. E os números não faltam

o tapete vermelho, com 152 metros de comprimento, custa perto de 30 mil dólares e é substituído a cada duas cerimónias, para não ficar com aspeto envelhecido.

Vem depois as estatuetas douradas. Cada uma custa entre 500 e 900 dólares. E na cerimónia são entregues 50. Isto para não falar dos envelopes que custam 200 dólares cada um.

Quem diz estrelas diz segurança. A proteção do evento e dos 3 mil convidados da cerimónia exige meses de preparação e cerca de 230 mil dólares.

Segue-se o banquete. Mil e 300 lagostas, mil garrafas magnum de champagne de colheita especial, dez quilos de caviar e 7 mil chocolates são algumas das iguarias que integram o festim dos 1500 convidados.

“Pisar o tapete vermelho implica “glamour” e isso tem um preço”:http://www.eonline.com/news/743854/getting-ready-for-oscars-step-by-step-how-much-it-really-costs-to-look-perfect-on-hollywood-s-biggest-night. Os gastos de uma atriz podem ir dos 3500 aos 10 milhões de dólares.

No total, a cerimónia custa à Academia mais de 42 milhões de dólares. Mas o evento rende 75 milhões de dólares em direitos televisivos. E cada publicidade de 30 segundos custa 2,2 milhões de dólares.

Para a cidade de Los Angeles, a cerimónia dos Óscares representa uma injeção de 130 milhões de dólares na economia local.