Última hora

Em leitura:

Reunião entre Obama e republicanos sem avanços para o Supremo


mundo

Reunião entre Obama e republicanos sem avanços para o Supremo

Sem surpresas, a reunião entre Barack Obama e vários senadores republicanos para tentar aproximar posições acerca do nome do juiz que será proposto pelo presidente democrata para o Supremo Tribunal dos Estados Unidos foi curta e sem resultados.

O encontro estava condenado ao fracasso de antemão, já que o líder republicano no Senado, Mitch McConnell, tinha indicado, num artigo publicado na manhã desta terça-feira que não é Obama quem deve escolher o sucessor do falecido juiz Antonin Scalia e que a tarefa deverá ser atribuída ao próximo ocupante da Casa Branca, saído das eleições de novembro.

Falecido a 13 de fevereiro, Scalia era um dos mais conservadores juízes do Supremo Tribunal.

Obama ainda não avançou nomes, mas os republicanos temem a escolha de um moderado que faça pender a instância a favor dos democratas. Com a morte de Scalia, o Supremo encontra-se atualmente divido, com quatro juízes favoráveis à administração e quatro conservadores.

Há pontos de vista diferentes para cada história: a Euronews conta com jornalistas do mundo inteiro para oferecer uma perspetiva local num contexto global. Conheça a atualidade tal como as outras línguas do nosso canal a apresentam.

Artigo seguinte

mundo

Bin Laden deixou "herança" de 29 milhões de dólares para a "jihad"