Última hora

Última hora

Honduras: Estudantes protestam contra o assassinato de Berta Cáceres

Centenas de estudantes, da Universidade das Honduras, envolveram-se em confrontos com a polícia na capital, Tegucigalpa. Os jovens protestavam

Em leitura:

Honduras: Estudantes protestam contra o assassinato de Berta Cáceres

Tamanho do texto Aa Aa

Centenas de estudantes, da Universidade das Honduras, envolveram-se em confrontos com a polícia na capital, Tegucigalpa.

Os jovens protestavam contra o assassinato da ativista, Berta Cáceres.

A morte da líder indígena e ambientalista provocou consternação e repudio na sociedade hondurenha.

Cáceres foi assassinada a tiros, por dois homens armados que entraram na sua casa, na cidade de Esperanza, no oeste do país, na madrugada de quinta-feira.

Berta Cáceres tinha denunciado, há uma semana, ter sido ameaçada por se opor à construção de um projeto hidroelétrico.

A ativista foi uma das fundadoras do Conselho Cívico de Organizações Populares e Indígenas das Honduras (COPINH), em 1993, e liderou protestos e manifestações em defesa dos Direitos Humanos, das comunidades indígenas e do meio ambiente.