Última hora

Última hora

Tusk anteve "consenso europeu" acerca de crise migratória

O presidente do Conselho Europeu está otimista face à possibilidade de encontrar uma resposta coordenada para a crise migratória na cimeira

Em leitura:

Tusk anteve "consenso europeu" acerca de crise migratória

Tamanho do texto Aa Aa

O presidente do Conselho Europeu está otimista face à possibilidade de encontrar uma resposta coordenada para a crise migratória na cimeira extraordinária de segunda-feira, em Bruxelas, com a participação da Turquia.

Donald Tusk, que foi recebido esta sexta-feira pelo presidente turco em Ancara, afirmou que “pela primeira vez desde o início da crise”, pode antever “emergir um consenso europeu em redor de uma estratégia global”. A Turquia disse esta semana estar disposta a readmitir no seu território uma parte dos migrantes que seguiram caminho para a Europa.

O chefe da diplomacia grega, que recebeu o homólogo turco em Atenas, disse que ambos concordaram “que o assunto dos refugiados não é apenas um problema grego ou turco, nem pode ser resolvido no quadro das relações bilaterais. É uma questão global que afeta atualmente toda a Europa e que atormenta a Grécia e a Turquia”.

Segundo o Eurostat, houve em 2015 mais de um milhão e duzentos e cinquenta mil novos pedidos de asilo na União Europeia, um número recorde e mais do dobro do que no ano anterior, a maioria dos quais feitos por sírios, afegãos e iraquianos.

Desde setembro do ano passado, oito países restabeleceram parcialmente os controlos fronteiriços para travar os fluxos migratórios. A Comissão Europeia pretende que, em Bruxelas, seja decidido um regresso ao “funcionamento normal” do espaço Schengen até ao fim de 2016.