Última hora

Última hora

Banco de Inglaterra alerta para os riscos do "Brexit"

Uma eventual saída do Reino Unido da União Europeia (“Brexit”) terá efeitos negativos na economia britânica e alguns bancos podem abandonar o centro

Em leitura:

Banco de Inglaterra alerta para os riscos do "Brexit"

Tamanho do texto Aa Aa

Uma eventual saída do Reino Unido da União Europeia (“Brexit”) terá efeitos negativos na economia britânica e alguns bancos podem abandonar o centro financeiro londrino. O aviso foi deixado por Mark Carney, governador do Banco de Inglaterra (BoE), perante a comissão do Tesouro da Câmara dos Comuns.

Mark Carney apresentou as conclusões do relatório pedido pelo governo há um mês e tenta manter-se afastado do debate político para o referendo de 23 de junho.

Face aos parlamentares, Carney adiantou: “Poderá haver implicações a curto prazo para a atividade do Reino Unido e mais pressões sobre os preços. Poderá haver baixos níveis de atividade, devido ao grau de incerteza que pode afetar o investimento e o consumo das famílias”.

Segundo a imprensa britânica, o Banco de Inglaterra tem um plano de contingência para o caso de um “Brexit”. A instituição estará pronta a ajudar financeiramente os bancos para evitar o pânico dos mercados.

Os analistas do Oxford Economics estimam que a saída do Reino Unido da UE iria custar 1,3% do PIB britânico e a libra poderá desvalorizar no início cerca de 15%.