Última hora

Última hora

Batalha naval entre polícia e manifestantes em Veneza

Um dos canais de Veneza transformou-se numa autêntica batalha naval entre polícia e um grupo de manifestantes que protestavam contra a cimeira desta

Em leitura:

Batalha naval entre polícia e manifestantes em Veneza

Tamanho do texto Aa Aa

Um dos canais de Veneza transformou-se numa autêntica batalha naval entre polícia e um grupo de manifestantes que protestavam contra a cimeira desta terça-feira entre Matteo Renzi e François Hollande.

No centro do debate está o projeto de construção de uma linha de alta velocidade que ligará Turim a Lyon, projeto que vem sendo discutido há bastante tempo e que muitos acreditam que criará problemas em termos ambientais.

Um combate que, visto de fora, se pode dizer hilariante, a fazer lembrar os filmes italianos, com a polícia a disparar canhões de água para tentar travar os manifestantes que pretendiam chegar ao local onde decorre o encontro.

Os protestos estenderam-se às ruas e também por outras questões:

“Estamos aqui reunidos para dizer não aos grandes barcos, não às grandes obras públicas, não ao TGV, porque não queremos ver o ambiente, nas nossas cidades, destruído”, afirmou uma jovem manifestante.

No ano passado foi assinado um protocolo, entre França e Itália, para o início da construção da linha de alta velocidade entre as duas cidades, que prevê a repartição de custos. O valor do projeto é de mais de 8 mil milhões de euros.