Última hora

Última hora

Os adultos: o novo alvo do cinema de animação

Em leitura:

Os adultos: o novo alvo do cinema de animação

Tamanho do texto Aa Aa

O cinema de animação está cada vez mais virado para os adultos. Este ano, um terço dos projetos apresentados no Fórum Cartoon Movie tem como

O cinema de animação está cada vez mais virado para os adultos. Este ano, um terço dos projetos apresentados no Fórum Cartoon Movie tem como público-alvo as faixas etárias mais velhas.

Point of view

33% dos projetos destinam-se aos adultos. Há uma mudança ao nível do público, uma mudança geracional.

O evento dedicado ao cinema de animação reuniu 750 profissionais na cidade francesa de Lyon. Durante dois dias (3 e 4 de março de 2016), foram apresentados 56 projetos de 19 países. Os autores e produtores buscam financiamento, coprodutores e distribuidores.

“Este ano, a tendência são os projetos para adultos, o que é uma novidade. Podemos dizer que 33% dos projetos destinam-se aos adultos. Há uma mudança ao nível do público, uma mudança geracional. Temos uma geração ligada aos jogos de vídeo e aos livros de banda desenhada que se também se interessa pela animação”, afirmou Annick Maes, diretora do Cartoon Movie.

“Mais um dia de vida” é um dos filmes em busca de financiamento. A obra relata a independência de Angola e a guerra civil e baseia-se no livro do escritor e repórter polaco Ryszard Kapuscinski.

“O objetivo nunca foi ilustrar o livro ou fazer um filme parecido com a história do livro mas o tema é o mesmo. Kapuściński passa de repórter a escritor. Desde o início, queríamos que ‘Mais um dia de vida’ fosse um filme híbrido, uma mistura de animação e ação. É como um quebra-cabeças com várias camadas complementares”, contou Damian Nenow, um dos realizadores do filme.

“Contos extraordinários” é uma coprodução entre vários países, Espanha, Bélgica, Luxemburgo e Estados Unidos. O filme realizado por Raul Garcia está acabado, falta agora encontrar distribuidores.

“O género do Horror é algo visceral. A animação pode traduzir esse universo muito bem graças à capacidade de distorcer e transformar a realidade. O mercado da animação nesta área ainda precisa de ser mais explorado. Mas há de facto cada vez mais filmes de animação destinados aos adultos e não apenas ao público infantil”, disse o realizador espanhol.

A realizadora polaca Dorota Kobiela apresentou um filme sobre a vida de Van Gogh. Para contar a história do mestre da pintura holandesa, a equipa animou 120 telas pintadas à mão.

“Dorota Kobiela, a argumentista e realizadora principal era pintora. Ela descobriu a animação e apaixonou-se pelo género. Nessa altura, ela andava a ler as cartas de Van Gogh e achou que era uma história linda e extraordinária e quis dar vida às pinturas através de um filme de forma a combinar o amor pela pintura e o amor pela animação”, contou Hugh Welchamn, produtor e corealizador do projeto.

O filme Canadiano “Amoeba” realizado por Ricardo Curtis procura distribuidores na Europa. A obra deverá estrear em 2018. Outro dos projetos apresentados em Lyon, “The Journey of the Elephant Soliman” é uma produção alemã para crianças, rodada em 3D, que deverá estrear em 2018.

O Cartoon Movie tem o apoio da Comissão Europeia e, desde 1999, ajudou a financiar mais de 250 projetos.