Última hora

Última hora

Refugiados: UE trabalha sobre propostas de acordo com Turquia

A União Europeia decide nos próximos dias a proposta debatida com Ancara para ajudar a resolver a crise migratória dos refugiados. Na cimeira de

Em leitura:

Refugiados: UE trabalha sobre propostas de acordo com Turquia

Tamanho do texto Aa Aa

A União Europeia decide nos próximos dias a proposta debatida com Ancara para ajudar a resolver a crise migratória dos refugiados. Na cimeira de segunda-feira em Bruxelas, foi proposto que os migrantes irregulares na Grécia sejam devolvidos à Turquia, mas depois reencaminhados para a União Europeia através de um processo oficial.

“O primeiro-ministro turco confirmou o compromisso para aceitar o regresso rápido ao país de todos os migrantes que acederam à Grécia e que não necessitam de proteção internacional. A União Europeia vai apoiar a Grécia, garantindo repatriamentos rápidos e em larga escala para a Turquia. Todas estas decisões destinam-se a enviar uma mensagem forte de que os dias da migração irregular para a Europa chegaram ao fim”, explicou Donald Tusk.

Um sinal não só para as pessoas que tencionam entrar no continente europeu mas também para quem lucra com isso.

“O nosso objetivo é desencorajar a imigração ilegal para prevenir os traficantes de pessoas e encorajar a migração legal, de uma forma disciplinada e regular”, disse o primeiro-ministro turco, Ahmet Davutoglu.

Mas há mais. A União Europeia compromete-se a acelerar o pagamento dos quase 3 mil milhões de euros e a possibilidade do valor aumentar, pois os turcos pediram o dobro.

Em compensação, os planos para a isenção de vistos para os cidadãos da Turquia entrarem na União vão ser acelerados, com prazo de conclusão previsto para junho.

Ancara deverá também ver em breve a abertura de 5 novos capítulos no processo de adesão do país à União Europeia.

O Politico fez uma cronologia dos “falhanços” da Europa na procura de uma solução comum para a crise migratória: