Última hora

Última hora

Sharapova: O "break" dos principais patrocinadores

Os patrocinadores fazem o “break” a Maria Sharapova. O fabricante de material desportivo Nike e a marca de automóveis de luxo Porsche suspenderam os

Em leitura:

Sharapova: O "break" dos principais patrocinadores

Tamanho do texto Aa Aa

Os patrocinadores fazem o “break” a Maria Sharapova. O fabricante de material desportivo Nike e a marca de automóveis de luxo Porsche suspenderam os contratos publicitários com a tenista russa, após o anúncio de um controlo “antidoping” positivo durante o Open da Austrália.

O fabricante de relógios suíço Tag Heuer afasta-se também. Não vai renovar o contrato que expirou em dezembro passado e que durou 12 anos.

A marca de água Evian vai esperar pelo fim da investigação.

A joalheira Tiffany ou a marca de cosméticos Avon ainda não fizeram declarações.

Maria Sharapova, dona ainda de uma empresa de doces, era a mulher mais bem paga no Desporto nos últimos 11 anos.

Em 2015, segundo a revista Forbes, terá ganho quase 30 mil milhões de dólares, a maioria dos quais através de receitas publicitárias. A fortuna da tenista está estimada em 200 milhões de dólares.

Para lá dos contratos suspensos, a russa de 28 anos poderá também perder os quase 300 mil dólares que ganhou por chegar aos quartos-de-final do Open da Austrália.

Mas a fatura para Sharapova pode ser ainda maior.