Última hora

Última hora

Japão: O antes e o depois do tsunami de 2011

5 anos após o devastador 'tsunami' que arrasou vastas áreas do sudeste asiático e cruzou os oceanos Pacífico e Índico, as cicatrizes da catástrofe natural ainda são bem visíveis no Japão.

Em leitura:

Japão: O antes e o depois do tsunami de 2011

Tamanho do texto Aa Aa

Cinco anos após o devastador ‘tsunami’ que arrasou vastas áreas do Japão e cruzou o Oceano Pacífico, as cicatrizes da catástrofe natural ainda são bem visíveis em terras nipónicas, onde a tragédia foi ainda mais grave por causa do acidente na central nuclear de Fukushima, que levou o ‘Império do Sol’ a repensar o uso desta fonte de energia tão eficaz como perigosa.

Quase 15 mil pessoas perderam a vida na catástrofe, que fez mais de seis mil feridos e deixou perto de 230.000 seres humanos sem teto. 2562 pessoas ainda estavam dadas como desaparecidas em março de 2015.

Mais de 127 mil edifícios ruíram por completo. Outros 273 mil ficaram parcialmente destruídos.

Nas primeiras projeções, o Banco Mundial estimou o custo da reconstrução em 280.000 milhões de euros: o desastre natural mais caro da História.

O Japão antes e depois do terramoto: uma fotogaleria:

A reconstrução vista do Espaço

Recorrendo a imagens de satélites, o Google publicou um vídeo em “timelapse” que retrata a reconstrução da região de Tohoku, a mais próxima do epicentro do Grande Terramoto do Leste do Japão, no dia 11 de março de 2011, com magnitude 9 na escala de Richter.