Última hora

Última hora

Myanmar: Aung San Suu Kyi renuncia candidatar-se à presidência

O partido de Aung San Suu Kyi nomeou o braço direito da opositora birmanesa como candidato presidencial. A escolha de Htin Kyaw, um economista de 70

Em leitura:

Myanmar: Aung San Suu Kyi renuncia candidatar-se à presidência

Tamanho do texto Aa Aa

O partido de Aung San Suu Kyi nomeou o braço direito da opositora birmanesa como candidato presidencial.

A escolha de Htin Kyaw, um economista de 70 anos formado em Oxford e antigo motorista de Suu Kyi, vai ser submetida ao parlamento controlado pelo antigo partido da oposição – Liga Nacional para a Democracia (LND) – vencedor das eleições de Novembro.

A atual Constituição do país, aprovada pela extinta Junta Militar, impede Suu Kiy de assumir a presidência do país, quando os seus familiares (filhos) residem no estrangeiro.

No total quatro candidatos, dois do partido LND e dois da formação União da Solidariedade e do Desenvolvimento (herdeira da Junta Militar) deverão defrontar-se na eleição que deverá decorrer na próxima segunda-feira no Parlamento.

A eleição de um novo presidente é vista como o culminar do processo de transição política no país.