Última hora

Última hora

Não entende o "economês" de Draghi? Nós explicamos

Conheça as razões que levaram o Conselho de Governadores do BCE a cortar a taxa de juro de referência para zero.

Em leitura:

Não entende o "economês" de Draghi? Nós explicamos

Tamanho do texto Aa Aa

Se o presidente do Banco Central Eurpeu, Mario Draghi, fala demasiado em “economês” e nem sempre os termos são fáceis de compreender por todos, a verdade é que estas são medidas que vão ter influência na vida de todos os cidadãos da Zona Euro. Por isso, são necessárias algumas explicações: Em primeiro lugar, por que razão o BCE baixa os juros e como é que isso vai fazer a economia crescer?

Numa altura de estagnação, os juros baixos vão facilitar os empréstimos, logo, o consumo, o que constitui uma arma na luta contra a inflação demasiado baixa ou a deflação, o contrário de inflação, ou seja, descida nos preços.

A Eurozona está, oficialmente, em deflação desde o mês passado. A consequência mais grave disso é o aumento do desemprego.

As medidas agora anunciadas significam que os bancos vão poder pedir dinheiro emprestado ao BCE a custo zero. Logo, podem mais facilmente emprestar aos particulares e a taxas de juro mais baixas que nunca.

Por outro lado, os juros de depósito estão em valores negativos. Isto significa que se um banco particular quer depositar dinheiro no BCE, em vez de receber juros, vai ter de pagar, o que deixa mais dinheiro disponível para emprestar aos particulares.