Última hora

Última hora

Paris-Nice: Lutsenko arriscou mas o petisco não foi suficiente

A quinta etapa do Paris-Nice prometia emoções fortes, com as subidas ao Col de la Madeleine e ao Mont Ventoux mas a promessa não passou disso mesmo

Em leitura:

Paris-Nice: Lutsenko arriscou mas o petisco não foi suficiente

Tamanho do texto Aa Aa

A quinta etapa do Paris-Nice prometia emoções fortes, com as subidas ao Col de la Madeleine e ao Mont Ventoux mas a promessa não passou disso mesmo. Os grandes nomes do pelotão vigiaram-se mutuamente mas nenhum ousou uma tentativa de ataque, numa espécie de tréguas sobre rodas.

Felizmente, nem todos seguiram o exemplo dos consagrados, foi o caso de Antoine Duchesne e Alexey Lutsenko. O ciclista do Cazaquistão acabou por ser o único a chegar a bom porto e quase era recompensado.

Lutsenko ficou a seis segundos de roubar a camisola amarela a Michael Matthews. Rui Costa chegou com os favoritos e subiu ao 30º lugar da geral. Mário Costa é agora 150º enquanto Sérgio Paulinho foi obrigado a abandonar.