Última hora

Última hora

Giorgos Kyritsis: "Grécia precisa, com urgência,da ajuda europeia para os refugiados"

A Grécia está sob uma pressão migratória sem precedentes. Os refugiados continuam a chegar e a situação piora todos os dias, devido ao bloqueio das

Em leitura:

Giorgos Kyritsis: "Grécia precisa, com urgência,da ajuda europeia para os refugiados"

Tamanho do texto Aa Aa

A Grécia está sob uma pressão migratória sem precedentes. Os refugiados continuam a chegar e a situação piora todos os dias, devido ao bloqueio das fronteiras dos balcãs.

A Euronews encontrou o porta-voz do governo grego para os refugiados, Giorgos Kyritsis, que admite que a Grécia está a atingir o limite.

Giorgos Kyritsis: “Estamos a chegar ao risco de crise humanitária. As pessoas continuam a chegar e continuamos a salvar pessoas no mar em diversas ilhas. Ao mesmo tempo, sofremos com a decisão unilateral e não anunciada de alguns Estados membros da União de encerrarem as fronteiras. Precisamos de uma ajuda urgente da União Europeia, precisamos dela para ontem”.

Euronews: Desde há alguns dias, assistimos à recusa das pessoas em irem para sítios com melhores condições, preferindo ficar na lama, porquê?

G.K: “As pessoas estão a sofrer muito. Muitas estão mal informadas e acreditam que brevemente as fronteiras vão abrir e elas poderão passar. Estamos a preparar brochuras em três línguas, para lhes explicar que as fronteiras permanecem fechadas. Convidamo-los, a mudarem-se para centros de acolhimento sob a responsabilidade do Estado grego, a alguns quilómetros a sul, onde têm melhores condições e mais apoios”.

E: Com a aproximação da cimeira da União Europeia ouve-se dizer que qualquer acordo com a Turquia só contemplará os futuros refugiados. O que pensa disto?

G.K: “No que respeita à negociação entre a União Europeia e a Turquia devemos esperar pela cimeira. Tanto quanto sabemos, as questões estão todas em aberto e serão concluídas todas ao mesmo tempo”.