Última hora

Última hora

Federica Mogherini: "Um dia triste para a Europa"

Um “dia triste para a Europa” é assim que a chefe da diplomacia europeia reagiu aos atentados em Bruxelas. Federica Mogherini, de visita à Jordânia e

Em leitura:

Federica Mogherini: "Um dia triste para a Europa"

Tamanho do texto Aa Aa

Um “dia triste para a Europa” é assim que a chefe da diplomacia europeia reagiu aos atentados em Bruxelas.

Federica Mogherini, de visita à Jordânia e visivelmente emocionada, reiterou o apelo à união dos dirigentes europeus e do Médio Oriente contra o terrorismo:

“É um dia muito triste para a Europa. A Europa e a sua capital estão a sofrer a mesma dor que a região do Médio Oriente conheceu e conhece todos os dias, quer seja na Síria quer em outras partes. Esperamos ainda por informações mais precisas sobre a dinâmica dos ataques em Bruxelas, mas é claro que as raízes da dor que enfrentamos são as mesmas. Devemos estar unidos, não apenas no sofrimento das vítimas, mas também na reação conjunta a este ato e na prevenção da radicalização e da violência. Vou parar por aqui, compreendem, hoje é um dia difícil”.

A Alta Representante da União Europeia para a Política Externa acabaria por não conter as lágrimas. O homólogo jordano, Nasser Judeh, tentou consolá-la e pôs um termo à conferência de imprensa em Amã.

O governo jordano, tal como outros executivos árabes, condenou os atentados em Bruxelas.