Última hora

Última hora

França reforça segurança em todo o território

Na sequência dos atentados em Bruxelas, o governo francês decidiu implicar mais 1600 polícias e militares na prevenção do terrorismo.

Em leitura:

França reforça segurança em todo o território

Tamanho do texto Aa Aa

O reforço das medidas de segurança também se faz sentir em França. O ministro do Interior, Bernard Cazeneuve, anunciou que o acesso aos transportes públicos passaria a ser condicionado. Anunciou também uma maior presença das forças de ordem.

Point of view

"Temos de tomar consciência da amplitude e da gravidade desta ameaça terrorista. Estamos perante uma ameaça global, que exige uma resposta global."

Depois, foi o presidente François Hollande a realçar o caráter universal desta luta: “O terrorismo atingiu a Bélgica, mas foi a Europa a visada. É um problema que interessa ao mundo inteiro. Temos de tomar consciência da amplitude e da gravidade desta ameaça terrorista. Estamos perante uma ameaça global, que exige uma resposta global. A França e a Bélgica estão unidas por um terror que, mais uma vez, partilham”, disse o presidente francês.

O aumento das medidas de segurança foi imediatamente visível, pelo menos em Paris, sobretudo junto às gares e aeroportos. Hollande anunciou um reforço, em 1600 efetivos, dos meios da polícia e do exército para patrulhar as zonas sensíveis.