Última hora

Última hora

Abdeslam quer extradição para França

O alegado terrorista, implicado nos atentados de Paris, quer responder em França e não na Bélgica.

Em leitura:

Abdeslam quer extradição para França

Tamanho do texto Aa Aa

Salah Abdeslam quer ser extraditado para França. O alegado terrorista e coautor dos atentados do dia 13 de novembro em Paris continua detido na Bélgica, onde vivia, mas é em França que se quer explicar às autoridades. Isso mesmo foi dito à imprensa pelo advogado, Sven Mary. Em fuga desde os atentados de novembro, foi capturado na semana passada: “Salah Abdeslam disse-me que quer ir para França o mais depressa possível. Ele percebe que o dossiê dele, aqui, é muito reduzido e quer dar explicações em França. Por isso, é uma boa coisa”, disse o advogado.

Point of view

"Ele percebe que o dossiê dele, aqui, é muito reduzido e quer dar explicações em França."

Apesar de todas as aparentes ligações com os autores dos ataques de sábado em Bruxelas, Abdeslam nega que soubesse antecipadamente destes atentados e diz que soube, como toda a gente, pela comunicação social.

Esta quinta-feira, foi a primeira audiência do alegado terrorista num tribunal de Bruxelas.