Última hora

Última hora

Laachraui terá fabricado cintos de explosivos e bombas

Najim Laachraui, apontado como um dos bombistas suicidas no aeroporto de Bruxelas é suspeito de ter fabricado os cintos de explosivos utilizados nos

Em leitura:

Laachraui terá fabricado cintos de explosivos e bombas

Tamanho do texto Aa Aa

Najim Laachraui, apontado como um dos bombistas suicidas no aeroporto de Bruxelas é suspeito de ter fabricado os cintos de explosivos utilizados nos atentados de Paris, em novembro, e as bombas na Bélgica.

O belga de 25 anos viajou para a Síria em fevereiro de 2013, momento a partir do qual deixou de ter contacto com a família. O irmão, um conhecido atleta de Taekwondo, garante que só depois surgiram as suspeitas de radicalização.

“Era um rapaz simpático e inteligente. É desta forma que me lembro dele. Depois dos ataques em Paris a nossa casa foi alvo de buscas, mas mais nada. Para mim isto acabou. Estou a tentar virar a página. Não preciso de compreender. O que está feito, está feito” refere Mourad Laachraoui.

Três dias depois dos atentados, muitas das vítimas continuam por identificar. Um trabalho que segundo os especialistas forenses pode demorar semanas.

Nas ruas de Bruxelas, multiplicam-se as homenagens às vítimas do terceiro ataque na Europa no espaço de 15 meses.