Última hora

Última hora

Irlanda celebra Revolta da Páscoa de 1916

Uma cerimónia em recordação dos irlandeses mortos durante a revolta da Páscoa de 1916 teve lugar em Dublin, este sábado.

Em leitura:

Irlanda celebra Revolta da Páscoa de 1916

Tamanho do texto Aa Aa

Uma cerimónia em recordação dos irlandeses mortos durante a que é conhecida como a revolta da Páscoa de 1916 teve lugar no Jardim da Memória, em Dublin, este sábado (26).

O evento contou com a presença do Presidente da República da Irlanda, Michael D Higgins, assim como com a assistência de 700 descendentes de 78 dos que morreram depois nas revoltas que tiveram lugar há um século.

“Estamos hoje reunidos recordar todos aqueles que deram as suas vidas pela liberdade da Irlanda, em particular todos os que perderam a vida durante a Revolta da Páscoa de 1916“disse o mestre-de-cerimónias Feargal O Coigligh.

A Revolta da Páscoa da Irlanda começou na segunda-feira de Páscoa de 1916, quando cerca de 150 homens invadiram a sede do edifício dos correios de Dublin e substituíram a bandeira britânica pela tricolor irlandesa, antes de lerem uma proclamação de independência a voz alta. Acabaram por render-se cinco dias mais tarde, depois de uma forte pressão exercida pelas forças britânicas.

Ainda que os rebeldes tenham sido derrotados e posteriormente executados, o movimento foi descrito como uma vitória, ao estabelecer as bases do movimento que permitiria a independência da República da Irlanda, em 1922.