Última hora

Última hora

Seleção belga regressa aos relvados em Portugal

Depois dos atentados de Bruxelas a seleção belga regressa aos relvados em Portugal. Um particular contra a seleção portuguesa, agendado para esta

Em leitura:

Seleção belga regressa aos relvados em Portugal

Tamanho do texto Aa Aa

Depois dos atentados de Bruxelas a seleção belga regressa aos relvados em Portugal. Um particular contra a seleção portuguesa, agendado para esta terça-feira, às 19h45, hora de Lisboa, no Estádio Municipal de Leiria.

Por medidas de segurança, face à ameaça terrorista, a partida decorre em Portugal e não no Estádio Rei Balduíno, em Bruxelas, como estava previsto. Os atentados estão muito presentes na mente de todos:

“O país sofreu um choque emocional e perdemos pessoas que não tinham nada a ver com este conflito. Foi o que aconteceu no nosso país, no nosso aeroporto. A partir de agora, como eu disse, temos de continuar a olhar para a frente. A vida deve continuar e não podemos viver com medo”, desabafou, em conferência de imprensa o selecionador belga, Marc Wilmots.

Os belgas, vencedores da fase de apuramento do grupo B, treinaram, esta segunda-feira, em Leiria. A equipa não poderá contar com Eden Hazard, a grande baixa para este jogo, nem com Vincent Kompany, Kevin de Bruyne ou Jan Vertonghen.

No último treino da seleção portuguesa, antes do particular, que decorreu no Estádio do Restelo, Fernando Santos contou com os 24 jogadores. Mesmo o defesa central Ricardo Carvalho treinou sem limitações.

Já a seleção francesa joga contra a russa, e pela primeira vez desde os atentados terroristas de Paris, no Stade de France, também esta terça-feira. Um momento que os franceses, em geral, e os que estavam no estádio, em particular, jamais esquecerão:

“É o nosso estádio… Mas não vou esquecer nunca, ninguém vai esquecer. Só tínhamos boas memórias deste estádio, isso mudou. Mas devemos lembrar-nos do positivo sabendo o que aconteceu, que espero não volte a acontecer”, afirmou o selecionador gaulês Dider Deschamps.

Um jogo que acontecerá sob segurança máxima. Quatrocentos polícias, franco atiradores, prontos para garantir que tudo corre bem. Um teste à segurança francesa a poucos meses do Euro 2016.