Última hora

Última hora

EgyptAir: Terminou sequestro de avião

Terminou o sequestro do avião da EgyptAir, em Larnaca, na ilha de Chipre. O sequestrador entregou-se às autoridades depois de libertar sete reféns.

Em leitura:

EgyptAir: Terminou sequestro de avião

Tamanho do texto Aa Aa

Terminou o sequestro do avião da EgyptAir, em Larnaca, na ilha de Chipre. O sequestrador entregou-se às autoridades depois de libertar sete reféns.

O “pirata do ar”, um egípcio identificado pelas autoridades do Egito como Seif Eldin Mustapha, tinha deixado sair a maioria dos 55 passageiros depois de o aparelho ter aterrado em Chipre. No Airbus A-320, ficaram sete pessoas: o comandante, o copiloto, uma hospedeira, um segurança da companhia aérea e três passageiros.

De acordo com o ministério cipriota dos Negócios Estrangeiros, o sequestrador decidiu render-se depois de o governo de Nicósia ter rejeitado o pedido para reabastecer o avião. O egípcio queria ir para Istambul, na Turquia.

A aeronave, com 55 passageiros a bordo, fazia a ligação entre Alexandria, no norte do Egito, e o Cairo, e foi desviada, esta manhã, para Larnaca, no sul da ilha de Chipre.

De acordo com o piloto, o sequestrador ameaçou accionar um cinto de explosivos. As autoridades cipriotas divulgaram que o homem não tinha quaisquer explosivos e que terá enganado a tripulação exibindo um estojo para transportar telemóveis.

De acordo com um porta-voz do ministério cipriota dos Negócios Estrangeiros, o egípcio não é um terrorista, agiu sozinho e apresenta sinais de “instabilidade psicológica”.

Antes de se entregar, o sequestrador pediu ainda para ver a ex-mulher, de nacionalidade cipriota.

Não se sabe, ainda, quais as razões para o sequestro do avião.