Última hora

Última hora

Maduro diz não a lei de amnistia para presos políticos

O chefe de Estado venezuelano vai vetar o projeto de Lei de Amnistia e Reconciliação Nacional. Aprovado, na especialidade, pelo Parlamento o diploma

Em leitura:

Maduro diz não a lei de amnistia para presos políticos

Tamanho do texto Aa Aa

O chefe de Estado venezuelano vai vetar o projeto de Lei de Amnistia e Reconciliação Nacional. Aprovado, na especialidade, pelo Parlamento o diploma prevê libertar perto de 80 prisioneiros políticos e amnistiar centenas de venezuelanos perseguidos e exilados.

Point of view

essa lei por aqui não passa

Nicolas Maduro diz que esta é uma lei de “amnésia criminal”

“Estão a aprovar uma lei para proteger assassinos, criminosos, narcotraficantes e terroristas. Podem ter a certeza que essa lei por aqui não passa” firma Nicolas Maduro

A nova lei poderia beneficiar pessoas – como o politólogo luso venezuelano, Vasco da Costa – detidas durante os protestos contra o chefe de Estado, em fevereiro de 2014. Protestos liderados por Leopoldo Lopez, o político da oposição venezuelano que dias depois se entregou à justiça foi condenado a 13 anos e nove meses de prisão por vários crimes, como “incitamento à desordem pública” e “associação criminosa.”