Última hora

Última hora

Ministro da defesa iraquiano diz que libertar Mossul do Daesh é objectivo a cumprir

Retirar o controlo de Mossul, a segunda maior cidade do Iraque, das mãos do Daesh é o objectivo da ofensiva lançada na semana passada pelas forças

Em leitura:

Ministro da defesa iraquiano diz que libertar Mossul do Daesh é objectivo a cumprir

Tamanho do texto Aa Aa

Retirar o controlo de Mossul, a segunda maior cidade do Iraque, das mãos do Daesh é o objectivo da ofensiva lançada na semana passada pelas forças iraquianas.

Point of view

Há o perigo do Daesh ameaçar o mundo inteiro. O que se passou em Bruxelas e em Paris é um sinal muito claro e isto vai acontecer noutros países.

O ministro da defesa iraquiano, Khaled Alobedi, acompanhou o exército em Makhmour, a cerca de 60 quilómetros de Mossul e na linha da frente do avanço iraquiano que conta com o apoio no terreno dos peshmerga, as forças militares curdas do Iraque, e com a colaboração de peritos americanos.

No terreno, o ministro declarou ao correspondente da Euronews: “Esta batalha precisa de apoio sério, não só europeu mas de todo o mundo. Há o perigo do Daesh ameaçar o mundo inteiro. O que se passou em Bruxelas e em Paris é um sinal muito claro e isto vai acontecer noutros países.”

O ministro afirmou que a operação militar vai continuar até libertar a cidade do domínio sob que tem estado desde há cerca de dois anos. É a maior cidade iraquiana controlada pelo Daesh. Disse ainda que o apoio aéreo dos americanos é de importância maior, mas negou que haja tropas estrangeiras no terreno.