Última hora

Em leitura:

Erdogan acusa guerrilha curda pelo atentado de Diyarbakir


mundo

Erdogan acusa guerrilha curda pelo atentado de Diyarbakir

Sete mortos e 27 feridos é o último balanço de um atentado na Turquia contra agentes da polícia. As vítimas mortais pertencem às forças de segurança. Entre os feridos contam-se 14 civis. Um polícia está em estado grave. O atentado foi perpetrado em Diarbaquir, a maior cidade de população curda na Turquia.

O presidente Recep Tayyip Erdogan acusou o PKK, o Partido dos Trabalhadores do Curdistão: “Acabou-se a paciência. Espero que estes ataques façam ver à Europa e a outros países, o verdadeiro rosto terrorista do PKK e das suas ramificações.”

A explosão desta quinta-feira partiu de um carro armadilhado que foi detonado à distância, à passagem do autocarro que transportava os polícias. A guerra entre o Estado turco e os rebeldes curdos dura há décadas e fez milhares de mortes. Depois de uma acalmia de vários anos pontuada por negociações de paz, as hostilidades retomaram no verão passado.

Há pontos de vista diferentes para cada história: a Euronews conta com jornalistas do mundo inteiro para oferecer uma perspetiva local num contexto global. Conheça a atualidade tal como as outras línguas do nosso canal a apresentam.

tradução automática

Artigo seguinte

mundo

EUA: Tornados fazem 7 feridos no Oklahoma