Última hora

Última hora

A promessa do digital

O filão do digital na Europa e as oportunidades que este representa para as PME - venha com o Business Planet até à Estónia.

Em leitura:

A promessa do digital

Tamanho do texto Aa Aa

O filão do digital na Europa e as oportunidades que este representa para as PME - venha com o Business Planet até à Estónia.

A Estónia é o país europeu mais ligado à Internet. Na Faculdade de Tecnologia de Tallin, Mikk Vainik, especialista no desenvolvimento do digital, sublinha no entanto que “apenas 2% das empresas europeias tiram todo o partido do mundo digital. Ainda estamos claramente atrás dos Estados Unidos…”

Fomos visitar uma PME na cidade de Tartu que o Business Planet descobriu há já quatro anos. A Estónia dedicou mesmo um selo comemorativo a esta empresa, o que atesta do orgulho que o Estado báltico tem no trabalho da Fortumo. Em 2007, um grupo de recém-licenciados criou um sistema que permite aos internautas pagar as suas compras sem possuir um cartão bancário. As aquisições são faturadas na conta do telemóvel. É uma solução que tem feito muito sucesso em alguns países emergentes.

“Desde 2012, expandimos para 35 novos mercados. Os nossos serviços estão acessíveis a 3,2 mil milhões de pessoas em 95 países. A nossa plataforma é utilizada pelos maiores comerciantes digitais do mundo”, afirma Martin Koppel, o diretor executivo da Fortumo.

Os primeiros clientes desta empresa foram os criadores de videojogos. Depois vieram gigantes como a Google, a Microsoft e a Sony. Segundo Koppel, “os lucros têm crescido a um ritmo de 50% ao ano. Triplicámos o número de empregados desde 2012. Abrimos escritórios na Índia, na China, em Singapura e no Vietname.”

A Fortumo tem atualmente 70 salariados. O objetivo anunciado é multiplicar o volume de negócios por cinco nos próximos três anos.

O discurso do desenvolvimento das capacidades digitais foca sobretudo as PME tradicionais e as possibilidades oferecidas ao nível da diversificação dos negócios. De acordo com Mikk Vainik, “a aproximação à realidade americana pode gerar mais de um milhão de postos de trabalho e mais valor acrescentado.” Para este especialista, as PME que queiram explorar as vantagens do digital devem começar por encontrar “uma startup que já tenha feito parte do trabalho.”

A promessa do digital em números

  • A economia digital representa 8% do PIB das 20 maiores economias mundiais, estimulando o crescimento e o emprego.
  • O seu potencial é ainda subexplorado na Europa, onde 41% das empresas não dispõe de competências digitais. Apenas 2% aproveita todo o devido potencial.
  • Se os países da UE seguissem os passos dos Estados Unidos, seriam criados entre 400 mil e 1 milhão e meio de novos empregos.
  • A Fortumo é uma empresa digital fundada em 2007 por um grupo de recém-licenciados que pretendia criar um sistema de pagamento através do telemóvel sem cartões bancários.
  • Com a ajuda da Enterprise Europe Network (EEN), alcançaram dimensão mundial. Têm agora 70 empregados e os seus serviços são acessíveis a mais de 3 mil milhões de pessoas.
  • A Watify é uma plataforma de startup criada pela Comissão Europeia, onde se podem encontrar exemplos de oportunidades no digital para as PME.

Ligações úteis