Última hora

Última hora

Guerra dos sexos chega ao futebol

Cinco jogadoras da seleção dos Estados Unidos colocaram a Federação do país em tribunal, acusando-a de discriminação. As futebolistas queixam-se de

Em leitura:

Guerra dos sexos chega ao futebol

Tamanho do texto Aa Aa

Cinco jogadoras da seleção dos Estados Unidos colocaram a Federação do país em tribunal, acusando-a de discriminação.

As futebolistas queixam-se de que os seus salários chegam a ser apenas 40% dos salários dos homens quando o seu rendimento, quer dentro das quatro linhas, quer financeiro justifica o contrário.

A seleção feminina dos Estados Unidos é uma das grandes potências, com três títulos mundiais e quatro ouros olímpicos, tendo gerado 16 milhões de dólares de lucro só o ano passado. Já a sua congénere masculina deu prejuízo e não passa da mediocridade desportiva.

Argumentos de peso e que vão ao encontro das palavras de Novak Djokovic. Após a vitória em Indian Wells, o sérvio afirmou que os homens deveriam lutar por ganhar mais dinheiro numa polémica que levou mesmo o diretor do torneio, Raymond Moore, a demitir-se.

O dirigente, no entanto, tinha ido mais longe ao acusar as mulheres de se aproveitarem do sucesso dos homens. Já o sérvio defendia prémios maiores para quem gerasse mais receitas e o que não faltam são exemplos onde as mulheres derrotam os homens por goleada.